sábado, 23 de março de 2013

Você Conhece a Semente de Chia?


De cor clara ou escura e um gosto semelhante a nozes, a chia está entre as sementes mais procuradas do momento por ser um dos alimentos mais completos, nutritivos e funcionais que existe, além de ser perfeita para ajudar quem quer perder peso. 

Extremamente ricas em fibras, as sementes de chia são uma fonte de proteína completa, têm o dobro de potássio que a banana, três vezes mais antioxidantes que mirtilo (blueberry), três vezes mais ferro que o espinafre, seis vezes mais cálcio que leite e oito vezes mais ômega 3 que salmão. 

E não para por aí. É rica em vitaminas e minerais, equilibram o açúcar no sangue, garantindo energia ao longo do dia e diminuindo o risco de diabetes tipo 2 e os níveis de colesterol. 

É muito utilizada por desportistas, pois além de ser rica em ácidos graxos, o que auxilia quem precisa de força e resistência física, são hidrofílicas e podem absorver até 12 vezes o seu peso em água, o que ajuda os desportistas a manter o corpo hidratado, além de proteger a mucosa do intestino. 

A Chia é recomendada para todas as idades, desde bebês (em idade de comer alimentos sólidos), até idosos (pois melhora a imunidade), mulheres grávidas, diabéticos, atletas de alto rendimento, além de ser recomendado para repor o cálcio de pessoas com intolerância à lactose. A semente de Chia é livre de glúten, baixo teor em sódio e não existe evidência de alergia a este alimento.

Esta semente é cultivada há muitos séculos no sul do México. Os Maias e os Astecas eram grandes apreciadores das sementes de chia, que além de ocupar uma parte importante de sua alimentação (parece que depois do milho e do feijão, era o vegetal mais consumido), também era usado como moeda. 

Para os Maias, Chia significava força. Segundo a lenda deste povo, uma colher da semente é capaz de sustentar energeticamente uma pessoa adulta por 24 horas.

Chia serve para emagrecer?

A dica dos especialistas é consultar um nutricionista para elaborar um cardápio adequado para cada necessidade de emagrecimento. Entretanto, o convencional é tomar uma colher de sopa de óleo ou farinha de chia cerca de 30 minutos antes das principais refeições. 

Segundo a nutricionista Flávia Cyfer, a chia age em três frentes distintas que auxiliam no emagrecimento

• Causa saciedade: "suas sementes são ricas em fibras e, ao entrarem em contato com a água, formam um gel no estômago. Diante dessa reação, a digestão torna-se mais lenta. Assim, o indivíduo fica satisfeito mais rapidamente e, então, passa a consumir porções menores".

• Combate inflamação: "a gordura é resultado de um processo inflamatório do organismo, que deixa de enviar mensagens de saciedade ao cérebro. Com isso, perde-se o controle sobre a fome a ponto de comer e nunca se sentir satisfeita. O ômega 3 presente no grão combate essa inflamação, ajudando o corpo a recuperar o controle sobre o apetite".

• Desintoxica: "a fibra regula o trânsito intestinal e limpa o organismo por meio das fezes, ajudando o corpo a recuperar o controle sobre o apetite ".

É importante ressaltar que a chia não é milagrosa. Ela ajuda no emagrecimento, mas a sua dieta precisa ser acompanhada de uma alimentação balanceada. Não vai adiantar ingerir a chia antes das refeições e depois comer um alimento gorduroso ou com muito açucar. Fique ligado nisso também!

Como usar a Chia?

A chia pode ser encontrada em três formas: sementes (grãos), óleo ou farinha. 
Independente de qual você prefira usar, a indicação dos nutricionistas é uma colher rasa de sopa meia hora antes das principais refeições, mas essa quantidade vai depender do tipo de dieta que procura.

É válido ressaltar que a chia é um alimento com alto valor calórico, e por consequência, o excesso pode levar ao ganho de peso, portanto se sua intenção for combater as gordurinhas, fique atenta à quantidade.

A melhor maneira de consumir a chia na forma de semente é adicionando um pouco de água e aguardar por 15 minutos para que se forme o gel. Após isso, pode ser misturada em sucos, alimentos, frutas, iorgutes e receitas em geral.


O óleo pode ser usado como tempero. Acrescente uma colher (sopa) do alimento em saladas, independentemente da quantidade de folhas. 

Contudo, a nutricionista Flávia Cyfer faz uma importante ressalva neste caso: a versão líquida de chia não conta com os benefícios das fibras, encontradas exclusivamente na farinha e na versão em grãos. Os demais componentes, como o ômega 3, permanecem inalterados.

Onde comprar a chia?

Você pode comprar a chia em lojas de produtos orgânicos e naturais, em alguns supermercados ou em lojas pela internet. 

Lá você encontrará sementes de chia, óleo de chia, farinha de chia ou até chia em capsulas! Mas atenção: pesquise os preços, pois, pelo sucesso de vendas, tem empresas vendendo a chia com alto valor comparado com as empresas em geral!

Conheça as formas e algumas marcas do produto já à venda no mercado.


Encontrei no Youtube uma reportagem do Jornal Hoje, que fala um pouco mais da semente e ensina uma receita de brownie de chia. Clique aqui e confira!



Fontes consultadas:
http://www.zun.com.br
http://saudeesuplementos.com
http://mdemulher.abril.com.br
http://www.saudecominteligencia.com.br

Um comentário:

  1. De acordo com algumas pesquisas que andei fazendo pra atualizar o conteúdo do meu site sobre chia, ela ainda pode ajudar no controle da glicemia e hipertensão.

    ResponderExcluir

Outras postagens que você pode gostar:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...